terça-feira, 22 de março de 2011

LIBERALIA - Crenças e Tradições

Dia 17 de Março é marcado pela celebração em honra de LIBER PATER, Deus Romano do Êxtase, do Vinho e da Fertilidade, equivalente ao helénico BACO ou DIONÍSOS.

Neste dia, as mulheres idosas, agindo como sacerdotisas de LIBER PATER
, usavam grinaldades de hera e faziam bolos de mel e azeite (os chamados «libia»), oferecidos aos viandantes, em pequenos altares, em honra do Deus referido. Faziam-se procissões a santuários em diversos pontos da cidade, sendo nesses santuários colocadas efígies, as quais eram depois atiradas ao rio Tibre, durante os festivais de Maio.

A Liberalia era considerada a primeira grande festa do ano novo sacral. Assenta na ideia de Liberdade (Liber
), a qual tinha, para os Romanos, quatro sentidos:
- liberdade em relação (isto é, contra) ao mal;
- liberdade em relação aos fardos:
- liberdade em relação às aflições;
- liberdade em relação à loucura juvenil.
Um desenvolvimento da celebração trouxe a homenagem religiosa a LIBERA, consorte de LIBER, dividindo os dois o domínio da semente, respectivamente, feminina e masculina.
No campo, uma cerimónia rústica consistia em transportar pelas terras um enorme falo, para incentivar a fertilidade e proteger as colheitas dos males. Depois, uma matrona virtuosa colocava sobre este falo uma grinalda.

Fonte: Tautalos da Lealdade Sacra

8 comentários:

  1. Adoro Baco, bora beber vinho hj?rs

    ResponderExcluir
  2. Interessante similaridade com o paganismo!

    ResponderExcluir
  3. Me lembrou a intenção da tese de terceiro ano de um peregrino! Daria uma tese interessante se não ficasse pelo caminho! rs

    ResponderExcluir
  4. NO REINO DE BACO

    Saboreia a delícia e doçura
    No render da prova
    Acentua o paladar de candura
    Na juventude da vinha nova.

    Néctar de lágrima decantada
    Maravilha de colheita seleccionada
    Afinado, pleno ou capitoso
    Com grau e aroma delicioso.

    Tranquilo ou fortificado elegante e natural
    Meio-doce ou meio-seco, licoroso ou adamado
    Encorpado, doce, macio ou frutado
    Minho, Douro, Alentejo, Ribatejo, mas Nacional.

    Tinto; bastardo, alvarelhão, touriga ou trincadeira
    Branco; encruzado, malvasia, bical ou uva-de-cão
    È bom, saboreado, bebido bem acompanhado
    Mas tenham atenção, bebam com moderação.

    ResponderExcluir
  5. interessante a cultura de alguns povos, sempre cerceados pela fertilidade e sexualidade, este é um tema muito ocorrente de modo geral, entre a história da humanidade

    ResponderExcluir
  6. São prática tão bonitas e cheias de significado!!!

    ResponderExcluir
  7. Me fez lembrar, tanto o texto como o comentario acima, de que pensei em fazer a tese de terceiro ano sobre mitologia e tradiçoes., quem sabe eu não acabe realmente fazendo-a.

    ResponderExcluir

Este blog tem conteúdo específico religioso (paganismo tradicionalista), caso não concorde... pelo menos respeite e vá a um blog que se destina a mesma vocação religiosa que acredita.